Livro de Artista

Aqui estarão sendo publicadas imagens produzidas pelo Projeto Alfarrábios. Este projeto reúne artistas residentes em Brasília que criam cadernos com suas imagens e escritos que depois os trocam entre si. Assim, fazem circular suas imagens por uma lista de artistas com propostas e estilos diferentes. Cada artista recebe o caderno, usa algumas páginas como lhe convem. Depois de um certo período, o grupo volta a se encontrar para novas trocas.

24 março 2006

Sobre o Livro de artista



(...) O livro de artista é lugar, suporte de representação, campo primário que aloja a idéia, o conceito, a representação e não a reprodução da obra original.
Dentro desse paradigma, de o livro de artista falar de si próprio e de o artista explorar em seus livros certas particularidades do campo da arte, o livro de arte apropria-se de característicasinerentes ao livro, como a de ser um múltiplo e a de ser acessível a um grande público.


Bernadette Panek
ANAIS III FÓRUM DE PESQUISA CIENTÍFICA EM ARTE
Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Curitiba, 2005
O LIVRO DE ARTISTA E O ESPAÇO DA ARTE
http://anais.embap.br/index2.html


El libro de artista es un libro que siempre ha de tener un carácter narrativo, implícita o explícitamente; puede tener la forma tradicional de libro o ir apartándose de la misma cobrando forma de caja, o de objeto. El libro de artista es el libro realizado íntegramente por un artista plástico, en el pueden intervenir las distintas especialidades de las artes visuales, el dibujo, la pintura, el grabado, la escultura, la cerámica; no es un libro ilustrado, contrariamente al libro ilustrado en el que el escritor convocaba a un plástico para que ilustrara sus poesías, o las interpretara visualmente (...)

María Inés Destéfano
http://artemisala.blogspot.com/2005/09/libros-de-artista.html



Os livros-objeto não se prendem a padrões de forma ou funcionalidade, extrapolam o conceito livro rompendo as fronteiras comumente atribuídas aos livros de leitura para se assumirem como objetos de arte. São objetos de percepção. Normalmente, são obras raras, muitas vezes únicas, ou com tiragens extremamente reduzidas. Resistem na contramão em relação aos veículos reproduzidos em massa.

Marcelo Terça-Nada!
Poesia Visual, Poesia Objeto e Livro-Objeto
www.artewebbrasil.com.br/marcelo

8 Comments:

  • At 11:57 AM, Blogger fluxus said…

    a fala não me é suficiente...

     
  • At 6:57 PM, Anonymous Anônimo said…

    Nao gosto de ARTES porque minha professora é muito chata:~(

     
  • At 6:15 PM, Anonymous Anônimo said…

    boa reflexão. é bom que esta modalidade de expressão rara seja divulgada e relembrada.

     
  • At 1:03 PM, Blogger lady dark said…

    Eu amo Artes, a minha professora é superlegal e aprendi muito mais com ela do que as outras professoras que botei pra fora do mesmo colagio ano passado =x


    Ass: Beatriiz

     
  • At 4:13 PM, Blogger MARYpalme1 said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 3:04 PM, Anonymous Anônimo said…

    Odeio a minha prof de artes.

     
  • At 2:23 PM, Anonymous Anônimo said…

    arte é uma merdaa !

     
  • At 9:08 AM, Anonymous Anônimo said…

    I do accept as true with all of the ideas you have presented in your post.
    They're very convincing and will definitely work. Nonetheless, the posts are very short for novices. May just you please extend them a little from next time? Thank you for the post.
    my website > GFI Norte

     

Postar um comentário

<< Home